Pyerry Diniz

O que é Whey Protein?

A tão famosa proteína do soro do leite (ou como algumas pessoas desinformadas insistem em chamar de “bomba”).
Hoje em dia o mercado de suplementos é muito variado, existem wheys com isso e aquilo, prometendo tudo e o céu é o limite! Mas nesse post irei explicar brevemente quais são os mais básicos tipos de wheys.
Primeiramente começamos com a mais básica que é a Whey Protein Concentrada ou WPC. Ela é a opção mais econômica ($) se comparada com outros tipos, já que tem um baixo custo de produção, pois ela passa apenas pelo processo leve de filtragem, resultando em 70 a 80% de proteínas e 30 a 20% de outros nutrientes, como carbo e gorduras do próprio leite.
Agora chegamos a Whey Protein Isolada ou WPI. Isso mesmo, como o próprio nome sugere, ela é a proteína em si, isolada de outros macronutrientes, chegando a ter mais de 90% de proteínas concentradas! Tornando-a assim uma proteína mais cara ($$) e melhor se comparada a WPC. Existem determinadas marcas de suplementos que chegam a conseguir 100% dessa proteína isolada, devido a diversos processos industriais como microfiltração e troca iônica. Essa proteína é uma ótima pedida quando se está em uma dieta de redução calórica sem deixar de consumir proteínas.
E finalmente a Whey Protein Hidrolisada ou WPH (ou a prima “ryca” das wheys! haha…) Se estamos falando de WP e absorção de proteínas, a WPH é a Ferrari das proteínas! Pois ela tem uma absorção muito mais fácil ,rápida e completa que todas as outras citadas anteriormente. Sendo ela uma opção bem mais cara ($$$) se comparada com a WPC e a WPI, por que a WPH passa pelo processo de hidrólise (que é a quebra das moléculas de proteínas em moléculas menores por processos enzimáticos ou químicos). Fazendo com que ela seja quase 100% absorvida por nosso organismo!
Então procure sempre seu nutricionista, pois ele saberá qual melhor proteína para ser usada em seu caso, obtendo o melhor resultado!

Belo Jardim
Av. Cel. Germiniano Maciel, 345
Centro - (ao lado da antiga Casa de Saúde)